Frações Financeiras 3 – Por que o dólar subiu?

Todos os dias são feitas muitas operações comerciais, de compra e venda de mercadorias e serviços, entre os diversos países. Nessas transações há uma troca de moeda de um país pela moeda de outro. Por exemplo, um importador de carros no Brasil precisa trocar seus reais por dólares para pagar pelos carros que importou.

Ao contrário do importador de carros, o exportador de soja, por exemplo, recebe em dólares pela venda de sua mercadoria e precisa trocar esses dólares por reais para pagar seus custos no Brasil e receber seus lucros. Ele vende dólares no mercado de câmbio para receber reais.

Como o dólar é a moeda mais aceita no mundo, a maior parte das operações se dá de uma moeda qualquer para o dólar. No Brasil, a operação mais comum envolve reais e dólares.

Além das operações comerciais, existem operações financeiras no mercado de câmbio. Por exemplo, um investidor brasileiro que quer comprar ações na bolsa de Nova Iorque, pode fechar um câmbio: ele compra dólares com seus reais e remete esses dólares para sua conta no exterior para comprar as ações. Um aplicador estrangeiro, que quer se beneficiar dos juros alto no Brasil, vende seus dólares para receber reais e aplicar em títulos aqui.

Todos os compradores e vendedores de dólares encontram-se no mercado e fazem com que o valor da moeda suba ou desça conforme a demanda e a oferta. Mas há também a participação de um grande operador desse mercado que é o Banco Central do Brasil. Ele tem comprado muitos dólares: no dia 04/06/2012, o Brasil tinha 372 bilhões de dólares de reservas cambiais. Esse é o montante que o BC comprou nos últimos anos.

Por que o BC compra? Existem basicamente dois motivos: o primeiro é que ter reservas dá segurança que o país honrará suas obrigações e conseguirá importar e pagar os bens que precisa trazer do exterior; o segundo motivo é que ao comprar dólares o BC força seu preço para cima e isso é importante para a economia. Vamos imaginar que uma indústria exporte um carro por 20 mil dólares, A indústria receberá 32 mil reais se a taxa de câmbio for de 1,60 reais por cada dólar e receberá 40 mil reais se o câmbio for 2,00 reais por dólar. São 8 mil reais a mais com o dólar mais alto. Veja que se a indústria está aqui no Brasil todos seus custos são em reais. Então, para o mesmo montante de dólares, o dólar alto dá mais receita para o exportador.

O Banco Central tem comprado muitos dólares, pois com o dólar mais alto os produtos brasileiros ficam mais competitivos e, havendo mais procura por produtos brasileiros no exterior, a economia brasileira crescerá mais.

Além disso, o governo aumentou o IOF, imposto sobre operações financeiras, para dificultar a entrada de investimentos especulativos no país. Com isso o BC diminuiu a oferta de dólares. Desse modo, aumento da demanda por dólares com as compras do BC e diminuição da oferta dos investidores estrangeiros, razões aliadas a uma maior incerteza quanto ao futuro da economia mundial, levaram a cotação do dólar para cima de 2 reais.

 Para ler sobre outros assuntos do mercado financeiro, você pode ir ao blog www.f2br.com/cesarlocatelli .

[1]César Locatelli é economista e mestre em economia, sócio diretor da F2 Formação Financeira e membro da comissão de educação do Instituto Brasileiro de Certificação de Planejadores Financeiros.

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>