Frações Financeiras 27 – Insider trading multado em US$ 600 milhões!

Umainvestigação administradora de um fundo de investimentos dos Estados Unidos recebeu, em março de 2013, a maior multa já aplicada para terminar um processo em que era acusada de operar no mercado acionário com informações privilegiadas. Vamos ver como foi o caso?

O que é insider trading?

Insider trading é operar no mercado financeiro com informações privilegiadas. Por exemplo, as informações que fazem o valor das ações de uma empresa subirem ou caírem precisam ser divulgadas para todo o mercado ao mesmo tempo. Quando somente um ou alguns investidores recebem a informação e compram ou vendem ações com base nessa informação configura-se insider trading.

Quem são os personagens desse caso?

Elan Corporation e Wyeth – Duas empresas de biotecnologia que pesquisavam sobre uma nova droga para o mal de Alzheimer.

CR Intrinsic Investors e SAC Capital – Administradoras de fundos (hedge funds).

Mathew Martone – Um gestor de carteiras da CR Intrinsic.

DR. Sidney Gilman – Um professor de Neurologia da Universidade de Michigan que trabalhava no experimento clínico para testar uma nova droga para o mal de Alzheimer.

Securities and Exchange Commission (SEC) – É a comissão americana encarregada de fiscalizar as Bolsas de Valores, como a brasileira Comissão de Valores Mobiliários.

Qual era a acusação?

O Prodessor Gilman, que participava do experimento, tinha informações sobre os resultados muito antes da divulgação ao mercado. Ele repassava essas informações a Martone que as utilizava para tomar as decisões de comprar ou vender as ações das empresas Elan e Wyeth. A SEC alegou que os fundos obtiveram lucros ilícitos de perto de US$ 275 milhões.

Os fundos compram ações.

Entre 2007 e 2008 mantiveram posições grandes de ações das duas empresas em suas carteiras. Por exemplo, em junho de 2008, os fundos tinham mais de US$ 600 milhões em ações das empresas. A SEC alega que mesmo obtendo análises externas desfavoráveis à pesquisa, os fundos mantiveram as posições vultosas em carteira.

Os fundos vendem as ações

Entre 21 e 29 de julho de 2009, os fundos venderam a carteira toda no mercado. Os fundos venderam, ainda, um volume de ações a descoberto, uma operação em que o operador vende sem ter a ação par comprar mais barato no futuro.

O comunicado sobre a pesquisa

Em 30 de julho de 2008, dia seguinte ao do anúncio do resultado das pesquisas, as ações da Elan caíram 42% e da Wyeth 12%. Os fundos lucraram cerca de US$ 80 milhões com as vendas a descoberto e deixaram de perder perto de US$ 195 milhões por venderem antes da queda.

O bônus de Martone

No final de 2008, Martone receebeu US$ 9,3 milhões de bônus pelos resultado obtidos nos dois fundos. Os resultados ruins de 2009 e 2010 não renderam bônus a ele e, ainda, custaram-lhe o emprego.

Quanto foi a multa?

Em 15 de março de 2013, a SEC anunciou que a empresa CR Intrinsic concordou em pagar  mais de US$ 600 milhões para encerrar o processo em que era acusada de fazer uso de informações privilegiadas para lucrar com operações com ações das empresas que pesquisavam uma nova droga para o mal de Alzheimer. Como o ganho estimado foi de US$ 275 milhões, a empresa devolveu esse valor e teve uma multa do mesmo montante. A esses US$ 550 milhões foram acrescidos US$ 52 milhões de juros. O maior valor já estipulado em uma acusação de insider trading.

Para ler mais, veja http://www.sec.gov/litigation/complaints/2013/comp-pr2013-41.pdf.

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>