Como estão os fundos de investimento no Brasil – 10 fatos importantes

1 Mesmo com a queda na taxa real de juros, temos apenas cerca de 10% do patrimônio líquido total do fundos investido em carteiras de ações.

2 Os fundos indexados à cotação do dólar tiveram o melhor rendimento em 12 meses. Contudo representam apenas 0,11% do patrimônio total dos fundos.

3 Os fundos de curto prazo e referenciados ao DI têm tido rendimento no nível ou abaixo da inflação, dependendo da alíquota de imposto de renda.

Fundos por classe.gif

4 Mesmo com rendimento real zero ou negativo os fundos de curto prazo e referenciados DI ainda representam mais de 18% do total investido em fundos.

5 Os fundos livres de ações tiveram desempenho muito superior aos outros fundos de ações referenciados a índices.

6 A rentabilidade dos fundos multimercado long short direcional, que ficam comprados ou vendidos assumindo risco direcional, tiveram em 12 meses o melhor rendimento, logo após os dois tipos de fundos que são indexados à cotação do dólar.

7 O fundos de renda fixa representam quase 95% dos recursos dos fundos ligados a carteiras de previdência privada. O rendimento médio dessas carteira foi 6,44% em 12 meses, o que indica rendimento abaixo da inflação após o desconto de imposto de rendas.

8 O pior rendimento em 12 meses ficou para aqueles fundos com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

9 O patrimônio líquido total dos fundos ficou em 2 trilhões e 146 bilhões excluído os fundos imobiliários (FII), os fundos de direitos creditórios (FDIC) e os fundos de investimento em participação (FIP). Quando incluímos os FDIC, FII e FIP chegamos a 2 trilhões e 369 bilhões de reais.

10 Os fundos imobiliários (FII) têm patrimônio total de 32 bilhões de reais, os fundos de investimento em direitos creditórios (FDIC) têm patrimônio de 83 bilhões e os fundos de investimento em participação (FIP) têm 106 bilhões. Representam assim pouco mais de 9 % do total do patrimônio investido em fundos no Brasil

fundos raio x

 

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>