Frações Financeiras 42 – Como o boletim Focus pode te ajudar?

focusToda segunda-feira, o Banco Central do Brasil (BC) divulga, pela Internet, o boletim Focus – Relatório de Mercado. Analisar essa publicação é o modo mais rápido de se entender o que parte expressiva do mercado financeiro espera para a taxa de inflação, taxa de câmbio, taxa de juros, crescimento do produto interno bruto (PIB), variação da dívida líquida do setor público (DSLP) e para as contas externas.

 Diversos economistas, especialmente aqueles que trabalham em instituições financeiras, enviam suas expectativas na semana anterior à divulgação e o BC compila os dados e os divulga bem cedo às segundas. Os dados são, em sua maioria, divulgados sob a forma de mediana que é o valor que divide uma amostra em duas partes iguais. Em outros termos, a mediana é calculada de modo que pelo menos a metade das observações seja igual ou maiores do que ela, e que haja pelo menos outra metade de observações menores do que ela.

Vamos destacar alguns resultados do relatório de 30 de agosto de 2013, divulgado na segunda-feira, 2 de setembro de 2013.

IPCA

O Índice de Preços ao Consumidor Ampliado (IPCA) é um índice de inflação calculado pelo IBGE e é usado para medir se o BC está ou não atingindo a meta de inflação determinada pelo Conselho Monetário Nacional. A mediana das expectativas para o IPCA de 2013 ficou em 5,83na semana anterior tinha ficado em 5,80%. Há 4 semanas esperava-se 5,75%. Para 2014, a mediana das projeções estabilizou-se em 5,84. O mercado financeiro espera taxas de 0,25% e 0,46% para setembro e outubro, respectivamente.

 Taxa de câmbio

Para o final de 2013 é prevista uma taxa de câmbio de R$ 2,36 por dólar norte-americano. Há 4 semanas esperava-se R$ 2,25. Para o final de 2014 é esperada uma taxa de R$ 2,40 por dólar, taxa que estava em R$ 2,30 há 4 semanas.

 Taxa Selic

A taxa Selic, também denominada taxa básica da economia brasileira, é a taxa média das operações de um dia, realizadas pelos bancos e com intervenções do BC, com garantia de títulos públicos. A projeção para a taxa Selic manteve-se em 9,5% ao ano para o final de 2013. Para 2014, o mercado também projeta uma média, ao longo de ano, de 9,50%, encerrando 2014 em 9,75%.

Pode-se notar que está implícito nessas taxas que pressões inflacionárias, em 2014, obrigarão o BC a manter os juros em nível semelhante aos atuais 9% ao ano.

 PIB

Com relação ao crescimento da economia brasileira, a mediana das expectativas para 2013 situa-se em 2,32% para o crescimento do PIB e, para 2014, projeta-se um crescimento semelhante 2,30%. Há uma semana, o mercado estimava um crescimento menor para o PIB em 2013, acima de 2,20%.  Entretanto, o crescimento de 1,5% no segundo trimestre de 2013, terminou por levar  a uma alta de 0,12% nas expectativas em apenas uma semana.

 DLSP

Se essa amostra do mercado financeiro estiver correta, a dívida líquida do setor público (DSLP) fechará 2013 representando 35% do PIB e em 2014 terminará em 34,85% do PIB.

 “Top Five”

O BC divulga também, em seu boletim Focus, as projeções das cinco instituições que mais acertos têm na comparação entre suas previsões e a realidade posteriormente observada. Para se ver um exemplo, as “Top Five” preveem uma média da taxa Selic de 9,75% ao ano para o final de 2013, indicando que alguns economistas veem a possibilidade de o BC não parar o aumento dos juros em 9%. A projeção média do “Top Five” para o IPCA em 2013 e 2014 em 5,59% e 5,53%, respectivamente, está menor do que mediana do mercado como um todo.

Para ver mais sobre o boletim Focus vá ao sítio de BC em www.bcb.gov.br/?FOCUSRELMERC

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>