Frações Financeiras 43 – A Calculadora do Cidadão

O que é a Calculadora do Cidadão?

Desenvolvida pelo Banco Central do Brasil, a Calculadora do Cidadão é uma aplicação interativa, de acesso público, que permite simular situações do nosso dia a dia financeiro.  O acesso é gratuito e é possível baixar o aplicativo para celulares e tablets

calculadora2Quais são os serviços disponíveis?

Estão disponíveis os cálculos:

1 de uma aplicação financeira na qual você faz depósitos mensais;

2 de um empréstimo que você fez com prestações fixas;

3 de quanto valerá no futuro um valor de hoje;

4 o cálculo de valor que precisa ser corrigido pela inflação ou por uma taxa de juros e

5 de quanto custa e quanto tempo leva para quitar o cartão de crédito, se você pagar parte da fatura.

Aplicação com depósitos mensais

Imagine que você faz investimentos mensais e de mesmo valor por um certo número de meses, receberá uma determinada taxa de juros e obterá um valor ao final. São, então, quatro informações: número de meses, taxa de juros mensal, valor do depósito regular e valor obtido ao final. Se você informar 3 valores, a calculadora mostrará o quarto valor.

Exemplo:

Preciso de R$ 1.000 daqui a 8 meses para comprar um televisão. Consigo uma taxa de juros mensal de 0,55%. Quanto preciso guardar a cada mês?

Vamos até a calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Aplicação com depósitos regulares. Preenchemos o número de meses com o número 8, a taxa de juros mensal com 0,55 e o valor obtido no final com 1000. Ao pedirmos para calcular o valor do depósito regular que aparecerá será R$ 121,94.

Desse modo, se pouparmos R$ 121,94 por 8 meses com taxa de juros de 0,55% ao mês, teremos no final R$ 1.000.

Financiamento com prestações fixas

Vamos agora para a situação um valor que tomamos emprestado e pagaremos em mensalidade iguais, considerando uma determinada taxa de juros, por certo número de meses. O cálculo considera juros compostos e capitalização mensal. São, então, quatro informações: número de meses, taxa de juros mensal, valor da prestação e valor financiado. Se você informar 3 valores, a calculadora mostrará o quarto valor.

Exemplo

Ao invés de guardar dinheiro, queremos comprar uma televisão agora por R$ 1.000 e pagar em 8 parcelas, a taxa que vai ser cobrada é de 2% ao mês. Qual será a prestação?

Vamos até a calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Financiamento com prestações fixas. Preenchemos o número de meses com o número 8, a taxa de juros mensal com 2 e o valor financiado com 1000. Ao pedirmos para calcular o valor da prestação aparecerá R$ 136,51.

Desse modo, se pouparmos pagaremos R$ 121,94 por 8 meses e teremos R$ 1.000 no final. Se financiarmos teremos R$1.000 hoje, mas pagaremos R$ 136,51 em 8 vezes.

Valor futuro de um capital

É a situação que um valor atual é projetado no futuro, considerando uma determinada taxa de juros, obtendo um valor ao fim de um número de meses.

Quatro informações estão envolvidas: Nº de Meses, Taxa de Juros Mensal, Capital Atual e Valor Obtido ao Final. Informando três e clicando em calcular obteremos a quarta informação.

Exemplo

Você emprestou a quantia de R$ 800,00 para um amigo. Acertou que ele pagará no prazo de 6 meses a quantia de R$ 950,00. Qual é a taxa de juros que ele vais pagar?

Entramos na calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Valor futuro de um capital. Fazemos Nº de meses = 6, Capital atual = 800 e Valor obtido ao final = 950. Ao clicar em ‘Calcular’ para obter a taxa de juros mensal, encontramos 2,9055 %.

Correção de valores

Para atualizarmos valores vamos precisar corrigir por índices de inflação ou por taxas de juros coma a poupança, a TR, a taxa Selic ou a Taxa do CDI. Ao entrarmos na calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Correção de Valores e devemos escolher o índice de preços ou a taxa de juros que queremos.

Índices de preços

Podemos corrigir o valor que quisermos pelo IPCA, pelo IGPM ou por outros 5 índices de inflação. Primeiro selecionamos o índice e depois acrescentamos as datas inicial e final. Por fim, colocamos o valor a atualizar. Clicamos em corrigir valor e teremos o valor corrigido pelo índice selecionado no prazo que pedimos.

Exemplo.

O aluguel de minha casa é R$ 500 e é necessário corrigir de novembro/2012 até outubro/2013 para saber qual é o novo aluguel.

Entramos na calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Correção de Valores e selecionamos índices de Preços e IGPM. Fazemos data inicial 11/2012 e data final 10/2013. Em valor corrigido colocamos R$ 500 e clicamos em corrigir valor. Obtemos R$ 526,36 e vemos que a correção foi de 5,2726 % no período 01 de novembro de 2012 até 31 de outubro de 2013.

Valores corrigidos por outras taxas

Além de corrigir valores por índices de inflação, a Calculadora do Cidadão também atualiza valores pela Taxa Referencial, pala taxa da Poupança, pela taxa Selic e pela taxa do CDI. Vamos ver a que se refere cada uma dessas taxas.

Taxa Referencial

A Taxa Referencial é uma taxa obtida a partir das médias dos CDBs de 30 dias a taxas pré-fixadas praticadas por bancos comerciais.

Poupança

Os rendimentos da poupança são creditados mensalmente, na data equivalente à data de aplicação.

Selic

Utiliza para correção a taxa apurada no Selic. Esta taxa é obtida mediante o cálculo da taxa média ponderada e ajustada das operações de financiamento por um dia, lastreadas em títulos públicos federais.

CDI

Depósito Interfinanceiro. É uma operação realizada exclusivamente entre instituições financeiras, para permitir a troca de reservas bancárias entre elas.

Exemplo

Você quer saber o valor que R$ 100 terá ao ser corrigido pelo CDI de 01/01/2013 até 06/11/2013. Entramos na calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Correção de Valores e selecionamos CDI. Fazemos data inicial 01/01/2013 e data final 06/11/2013. Em valor a ser corrigido colocamos R$ 100 e clicamos em corrigir valor. Obtemos R$ 106,58 e vemos que a correção foi de 6,58 % no período 01 de janeiro de 2013 até 06 de novembro de 2013.

Cartão de Crédito

Essa funcionalidade da Calculadora do Cidadão permite calcular quanto custa e quanto tempo leva para quitar o cartão de crédito, se você pagar parte da fatura. Além disso, nos permite a comparação com outros tipos de crédito como o consignado e o crédito pessoal.

Entramos na calculadora em http://www.bcb.gov.br/?CALCULADORA, clicamos em Cartão de Crédito. Devemos colocar o valor da fatura, o Custo Efetivo Total – CET e o valor que pretendemos pagar por mês.

Vamos supor que recebemos uma fatura de R$ 850, que o CET é 7,5% ao mês e queremos pagar R$ 135 por mês. Ao clicarmos em Calcular, vemos que precisaremos de 8 parcelas para quitar essa fatura e que pagaremos no total R$ 1.079,93, ou seja, R$ 229,93 de juros.  Vemos ainda a comparação com outros tipos de crédito.

Para saber mais veja http://www.bcb.gov.br/?CIDADAO e textos do blog http://www.f2br.com/cesarlocatelli .

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>