Frações Financeiras 46 – O que são Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI?

Você sabe o que é securitização?

Imagine uma empresa montada exclusivamente para captar recursos pela emissão de títulos no mercado financeiro e aplicar recursos no financiamento de imóveis. Esta é uma operação de securitização e os títulos emitidos chamam-se Certificados de Recebíveis Imobiliários.

cri 1O que diz a Lei?

A Lei 9.514 de 1997, que regula os CRIs, nos orienta que: “A securitização de créditos imobiliários é a operação pela qual tais créditos são expressamente vinculados à emissão de uma série de títulos de crédito, mediante Termo de Securitização de Créditos, lavrado por uma companhia securitizadora”.

O que são recebíveis imobiliários?

Recebíveis imobiliários são todos os créditos que tiveram origem em: i. operação de venda e compra, ii. financiamento, iii. arrendamento, iv. locação, entre outros, que tenham por objeto imóvel residencial, comercial, industrial, rural ou lote urbanizado.

Securitização refere-se a segurança?

Muitas pessoas acham que securitização tem a ver com segurança, no entanto, o termo vem do inglês, security, com significado de “título” e, assim, securitização é a transformação em títulos.

O que são CRIs?

Desse modo, os Certificados de Recebíveis Imobiliários são títulos de renda fixa que representam (lastreados, no jargão do mercado) créditos imobiliários. Esses créditos podem estar na forma de fluxos de pagamentos de prestações de aquisição de bens imóveis, ou de aluguéis. Os CRIs são emitidos por sociedades securitizadoras. Essas companhias têm natureza não-financeira e sua finalidade é unicamente a aquisição e securitização de créditos imobiliários.

O que é regime fiduciário?

Os CRIs podem ser emitidos nas formas simples ou com regime fiduciário, sendo que esta implica a constituição de patrimônio separado, administrado pela companhia securitizadora e composto pela totalidade dos créditos, submetidos ao regime fiduciário que lastreiem a emissão. Neste caso, é nomeado um agente fiduciário, que tem como função zelar pela proteção dos direitos e interesses dos beneficiários, acompanhando a atuação da companhia securitizadora na administração do patrimônio separado.

Quem investe em CRIs?

O CRI destina-se a pessoas físicas e jurídicas, que tenham interesse em fazer seus investimentos com a característica imobiliária e a rentabilidade de operações financeiras. Os rendimentos são isentos de Imposto de Renda para o investidor Pessoa Física.

Quanto é emitido em CRIs anualmente?

Segundo do Relatório de Administração da CIBRASEC – Companhia Brasileira de Securitização, origem do gráfico abaixo, em 2013 foram emitidos R$ 14, 6 bilhões em Certificados de Recebíveis Imobiliários no mercado brasileiro. No entanto, uma única operação alcançou R$ 4,37 bilhões.

cri 2

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>