Notas sobre o Setor Externo

Divulgadas pelo Banco Central em 23.1.2015

Balanço de pagamentos – Dezembro de 2014

O balanço de pagamentos, que é o resultado total das transações com o exterior, registrou deficit de US$9,8 bilhões em dezembro, e superavit de US$10,8 bilhões em 2014, Entrou na “conta” do Brasil US 10,8 bi a mais do que saiu.

Em outras palavras, considerando todo o comércio exterior, todos os serviços, todos investimentos no Brasil e de brasileiros no exterior, o país recebeu US$ 10,8 bilhões a mais do que pagou

Transações correntes

As transações correntes, que agregam o comércio, serviços, juros, lucros, etc. apresentaram deficit de US$10,3 bilhões no mês.

No ano, o resultado em conta corrente foi negativo em US$90,9 bilhões, equivalentes a 4,17% do PIB, comparativamente a deficit de US$81,1 bilhões, 3,62% do PIB, em 2013.

Balança comercial

Se olharmos só a balança comercial veremos que as exportações foram de US$ 225,1 bi em 2014. As importações atingiram US$ 229,0 bi. Desse modo o saldo comercial: déficit de US$ 3,93 bilhões.

Investimentos estrangeiro diretos (IED)

Os investimentos estrangeiros diretos registraram ingressos líquidos de US$6,7 bilhões em dezembro.

No ano, os fluxos líquidos de IED alcançaram US$62,5 bilhões, redução de 2,3% comparativamente ao resultado do ano anterior.

Desse total de US$62,5 bilhões, houve ingressos líquidos, de US$47,3 bilhões, em participação no capital de empresas no País e US$15,2 bilhões, em 2014 em empréstimos intercompanhias.

Investimentos em carteira

Esses investimentos em carteira consideram estrangeiros que tem aplicações financeiras no Brasil em títulos de renda fixa e ações.

Os investimentos estrangeiros em carteira apresentaram saídas líquidas de US$9,5 bilhões, no mês, e ingressos líquidos de US$33,5 bilhões em 2014, comparativamente a US$34,7 bilhões, no ano anterior.

No ano, ingressaram US$20,1 bilhões para compra de títulos de renda fixa e US$11,5 bilhões para compra de ações.

Reservas internacionais

As reservas internacionais, valores que o Brasil tem em moedas fortes e ouro, no conceito liquidez totalizaram US$374,1 bilhões em dezembro de 2014.

Dívida externa

A posição da dívida externa bruta estimada para dezembro totalizou US$347,6 bilhões, elevação de US$9,3 bilhões em relação ao montante apurado para setembro de 2014. Se compararmo a dívida brutas externa com as reservas veremos de somos credores do resto do mundo.

About cesarlocatelli

Sócio Diretor da F2 Formação Financeira. Mestre em Economia e Professor de Finanças, Derivativos e Planejamento Financeiroa
This entry was posted in Frações Financeiras. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>